Preparamos uma lista dos Erros Crassos mais comuns de um investidor.

Vamos ajudá-lo a não cair nestas emboscadas e explicar como evitá-las no seu dia a dia.

 

Diz a História que em 59 a.C. o poder de Roma foi dividido entre três figuras: Júlio César, Pompeu, e Marco Crasso. Enquanto os dois primeiros eram notáveis generais que ampliaram os domínios romanos, Crasso era mais conhecido pela sua riqueza do que pelo talento militar.

Crasso tinha uma ideia fixa: conquistar os Partos, um povo persa. À frente de 50 mil soldados confiou demais na sua superioridade numérica. Abandonou as táticas militares romanas e tentou simplesmente atacar. Na ânsia de chegar o mais rápido possível ao inimigo cortou caminho por um vale estreito, de pouca visibilidade. Sofreu uma emboscada e quase todos os 50 mil soldados morreram, incluindo Crasso.

 

 

1. Não conhecer o seu perfil de risco

 

Iniciar ou manter-se como investidor sem conhecer o seu perfil de risco pode ser considerado um dos maiores erros. Ao ignorar a etapa de identificação do seu perfil e estilo, corre sérios riscos de ficar rapidamente frustrado com os seus investimentos.

Caso possua um perfil agressivo e invista em produtos muito conservadores pode ficar dececionado com os resultados obtidos. Da mesma forma, caso possua um perfil conservador e invista em produtos alavancados poderá perder muito dinheiro rapidamente, não adequado ao seu perfil.

Para evitar este tipo de situações, é imprescindível, para nós, dar-lhe a conhecer o seu perfil de investidor, antes de realizar qualquer investimento. Através de um questionário, ajudamos cada cliente a definir claramente o seu perfil e objetivos para que os possamos perseguir em conjunto.

2. Ignorar os Riscos

 

Antes de dar qualquer passo em direção à construção da sua carteira de investimentos é necessário entender que todos os investimentos envolvem risco. Haverá sempre riscos de perder o capital investido – parcial ou integralmente – embora para diferentes produtos os riscos sejam diferentes. Ajudamos os nossos clientes a lidar com este risco no dia a dia e a torná-lo cada vez mais distante da sua carteira de investimentos através da diversificação, análise e acompanhamento constante do seu portfólio.

 

3. Não diversificar os investimentos

 

A diversificação é uma estratégia fundamental e necessária, seja qual o for o grau de conhecimentos do investidor. Diversificar ajuda a diminuir os riscos da carteira, e possibilita a obtenção de melhores resultados no longo prazo.

Antes de investor, garanta que conhece as opções de investimento que estão alinhadas ao seu perfil e aos seus objetivos, e escolha aquelas que melhor se encaixam no seu planeamento financeiro. Na Golden Wealth Management procuramos sempre diversificar e aumentar a segurança dos investimentos dos nossos clientes ao longo do tempo.

4. Investir sem ter conhecimento

 

Acredite que é verdade: ainda há muitas pessoas que cometem o grande erro de investir sem ter o devido conhecimento. Toda e qualquer modalidade de investimento exige estudo e preparação.

Somente através do conhecimento é possível encontrar as melhores opções de investimento, visualizar e analisar as vantagens e desvantagens da aplicação a escolher, a sua solidez e as que melhor atendem às suas necessidades enquanto investidor. Os nossos clientes também investem no nosso conhecimento. Delegue-nos o estudo e dedicação a encontrar as melhores opções para si.

 

5. Não apostar no planeamento financeiro

 

A falta de planeamento financeiro é também um dos piores erros que se pode cometer. É preciso ter a visão estratégica e conhecer os objetivos pelos quais pretende investir antes de tomar qualquer decisão. Quando não sabemos para onde queremos ir as probabilidades de se perder dinheiro são maiores. Tenha um alvo bem definido em mente e utilize as suas poupanças para conquistar as suas metas pré-definidas.

 

 

6. Não acompanhar a carteira de investimentos

 

Um bom investidor precisa de manter o hábito de acompanhar a sua carteira de investimentos para poder identificar as principais fraquezas e oportunidades dentro do portfólio, e realizar mudanças quando for necessário. Conheça a sua carteira de investimentos a fundo e esteja sempre atento ao que ocorre com os seus investimentos.

 

 

Agora que já conhece 6 Erros “Crassos” do investidor, prefere ir pelo vale estreito com pouca visibilidade para cortar caminho ou prefere escrever o futuro connosco com as melhores opções?